Quarta-feira, 18 de Julho de 2007
Globalização ou escravidão


 

     Globalização ou Escravidão

 

De facto a bola girou e de grande tornou-se pequena , hoje temos os diversos mecanismos de comunicação que nos permitem estar em todo o lugar sem estar em lugar nenhum .

Apesar desta evolução extraordinária que o homem foi capaz de realizar, Como podemos chamar a estas invenções obra de inteligências superiores, se estas não serviram par mais do que fazer regredir a humanidade ao tempo da escravatura .

Quero dizer ao tempo antes desta ter sido abolida, por ter sido considerada não adequada pelos Homens que viveram nos finais do SEC XVIII.

Como foi possível um tal retrocesso?

Como foi possível que cidadãos do SEC XVIII, tenham imposto aos seus Governos o fim da inumanidade humana e em pleno SEC XXI esta nova Humanidade que se pensava mais Culta , mais humana e plena de novos conhecimentos, do Mundo e da Técnica.  Volte a permitir, em novas formas agora mais refinadas e com nomes pomposos como Flexisegurança, trabalho infantil , mão de obra barata , trabalho sem Horário e desregulamentação total do trabalho.

Não, não é na China, País  onde uma ditadura se impôs a um povo e onde este pelo seu atraso cultural, mas também pelo cano da espingarda nada pode fazer para mudar o seu estado de escravo, não, não é na Índia País onde um sistema de castas mantém uma grande parte da população em escravidão , justificada pela religião.  É aqui no coração da Europa. Que viu nascer o iluminismo e foi pátria de todas as revoluções.

É aqui na Europa. Pátria de Filósofos, Sociólogos , Músicos, Pintores , escritores ,enfim Pátria de todas as culturas 

 É aqui que nos deixámos escravizar, não só pelas máquinas mas por outros homens que, para obterem lucros completamente fora de qualquer escala razoável, impõem ao factor trabalho a condição de escravidão.

A este estado de coisas chamamos globalização.

Globalização da economia, globalização das politicas, globalização do homem.

O homem global.

Mas que raio de globalização é esta que nos deixa sem fabricas para produzir, sem agricultura para nos alimentarmos e, nos obriga a trabalhar, 14, 16 ou mais horas para uma retribuição do trabalho de 900 euros a um engenheiro de informática.

Que globalização é esta que nos oferece uma escola  padronizada, onde aprendemos tudo , menos a pensar  e a ser plenamente capaz de exercer a liberdade.

Que globalização é esta que permite que empresas, Bancos, serviços e indivíduos apresentem lucros, fora de qualquer escala do possível, não paguem Impostos, não retribuam o salário em função da produção do operário, e não tenha qualquer preocupação Social, Ambiental, ou politicas distributivas para os desalojados da própria globalização.

Que globalização é esta que explora os recursos que são nossos os torna exíguos para as gerações futuras e sem qualquer preocupação seguem em frente sem vergonha .

Que diabo de mundo descobrimos no SEC XXI , quando ainda na década de 90 do SEC XX , acreditávamos e lutávamos por um mundo onde a evolução tecnológica fosse o motor para o emergir de uma nova humanidade que finalmente viveria em excesso de produção e poderia finalmente dedicar o tempo restante , o tempo livre , ao lazer à cultura e ao saber.

Como foi que nos deixamos enredar, neste labirinto do qual não estamos a conseguir sair.

É tempo de reflectir e de agir , é tempo de ensinar e de aprender , é tempo de iniciar uma outra globalização , uma globalização total , um governo Mundial que pense o Humano como Humano , que pense a forma de erradicação total da miséria , que pense que o diferente é par continuar diferente , ate que, a vontade dos povos queira mudar a forma de estar e de sentir ,  uma nova maneira de encarar  o diverso .

Uma forma global de viver para e com todos os seres humanos encarados como  o objecto e o fim, de todas as realizações possíveis da humanidade .

Uma globalização que seja ,a soma de todos os contributos individuais para um bem estar total.

 

   

 

 



publicado por sociolocaminhar às 01:16
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Lua de Sol a 18 de Julho de 2007 às 05:51
"É aqui que nos deixámos escravizar, não só pelas máquinas mas por outros homens que, para obterem lucros completamente fora de qualquer escala razoável, impõem ao factor trabalho a condição de escravidão.

A este estado de coisas chamamos globalização.

Globalização da economia, globalização das politicas, globalização do homem."
Ouves o som das palmas? Sim, são palmas.

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Maio 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.posts recentes

. ...

. Que valores valores

. para todos os que ainda ...

. A ética e a Moral

. Para reflectir

. Bases principais do Pensa...

. Não permitam o "Afundamen...

. A construção a Humana , ...

. Para Reflectir

. Para obter um milhao e qu...

.arquivos

. Maio 2016

. Junho 2015

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Abril 2011

. Agosto 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Junho 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. caminhos

. Coisas do sempre e do nu...

. Percursos

. Não podia ser quem Sou

. Da Ribeira da minha terr...

. Prazer ou Nostalgia

. lazer

. Memorias ...

. O Poema e a Musica

. Apareço assim de mansinho

blogs SAPO
.subscrever feeds