Terça-feira, 8 de Dezembro de 2009
Sobre um barril de polvora

 

O frio o ruído e quem sabe o medo de estar

 Obrigam o homem a estar atento a qualquer ruído anormal

  Caminhamos Sobre um barril de pólvora é o título do livro

O perigo espreita em cada instante e os homens trabalham

 Vigiam e fintam o sono lavando a cara de vez em quando.

 

 

Sabemos que cada instante é importante

Por isso escrevemos palavras soltas

 Que livres pairam no ar

Em busca de um ouvido mais atento

 

Quando a vida era mais simples

Outros perigos espreitavam em cada esquina

Por isso de que nos queixamos

Da evolução claro é disso que nos queixamos

 

Nostálgicos de um mundo outro

Onde a vida fluía com o tempo do mundo

 

Será que escolhemos, ou escolheram por nós

 É chegada a hora de outras escolhas

Das nossas escolhas

Um mundo outro à medida do homem reinventado.

 

 Trabalhamos sobre um barril de pólvora

Pode ler-se no título do livro

Mas não era ainda assim durante os milhares de anos

 Da evolução da humanidade

Era,claro que era.

 

O que queremos é afinal não o retorno ao passado

Mas uma tecnologia mais humana que torne o homem livre

E que tenha em conta o ambiente natural nos seus diversos

Sentidos quer estéticos, quer o bem-estar de todos os seres vivos que habitam

 os diversos ecossistemas da terra.

O que queremos é enfim olhar o outro como gente

e não mais como factor trabalho que valoriza os recursos

transformando-os em capital.

 

O que queremos é uma nova ética para uma vida decente

É tão simples o que queremos que só falta ser gente

 para o tornar possível.

E tu onde estas?

Porque esperas para te juntares a tantos outros que nas voltas da vida

abraçam uma árvore  cuidam de uma flor ou atiram estrelas-do-mar

da areia para o mar .

publicado por sociolocaminhar às 02:36
link do post | comentar | favorito
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Maio 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.posts recentes

. ...

. Que valores valores

. para todos os que ainda ...

. A ética e a Moral

. Para reflectir

. Bases principais do Pensa...

. Não permitam o "Afundamen...

. A construção a Humana , ...

. Para Reflectir

. Para obter um milhao e qu...

.arquivos

. Maio 2016

. Junho 2015

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Abril 2011

. Agosto 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Junho 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. caminhos

. Coisas do sempre e do nu...

. Percursos

. Não podia ser quem Sou

. Da Ribeira da minha terr...

. Prazer ou Nostalgia

. lazer

. Memorias ...

. O Poema e a Musica

. Apareço assim de mansinho

blogs SAPO
.subscrever feeds