Sexta-feira, 29 de Junho de 2007
E são os azuis que sentimos , a serena sucessão dos nossos passos
    Livro da amizade
 

   Titulo  Azul

Desenhos de : Sofia  Sotomaior
As palavras escritas à mão: de Ilidio diniz
 
Na capa , podemos ver uma janela aberta um azul estonteante e no canto inferior esquerdo da janela um caracol.
 Simplesmente maravilhoso.
Abre-se a primeira pagina e podemos ver uma nuvem no céu de um azul que nos estremece.
 Esta escrito pela autora

Para o Ilidio
              da Sofia
                        1. 7. 81
 
Abre-se a pagina .                                                                                                                               

Surgem varias nuvens no céu, que se apresenta de um cinzento claro.

Está escrito à mão.

Desde sempre tenho acreditado no mundo, e nos que vivem a meu lado.
E quando me disseram que era fantasia de criança .
Respondi.
Que tal como elas queria sentir a bela sensação da verdade.
O mais profundo sentimento e o desejo mais sentido de viver.
Num mundo maravilhoso.

Vira-se a pagina

O Céu escurece, as nuvens cobrem toda a parte superior da pagina

Está escrito à mão.

Assim nos braços do sonho fui crescendo e adormecido acreditando.
Amando.
toda a flor que despontava a meu lado.
mas chegou um dia em que tudo se desmoronou.
Em que o sonho e o amor se desmoronou.
Porque os que viviam a meu lado não quiseram compreender os fenómenos que
se sucediam dentro deles, ou no espaço que os rodeia.
Compreendi então as palavras que me disseram um dia .

Vira-se a pagina

Existem nuvens compactas no céu que  parece chorar.
A chuva cai lentamente.

Está escrito à mão.

Desci às profundezas do meu ser.
                                          da minha consciência.
E vi a verdade e o amor.
Senti pela primeira vez que , tal como a Cocaína e o Opio
mais não eram que as palavras ilusórias que: nos aniquilam.
Nos matam e destroem .
são simplesmente proferidas pelos lábios .
Raramente sentidas.

Vira-se a pagina

As nuvem intensificam-se no céu  que, se apresenta de um cinzento, quase lilás
a chuva cai intensamente
Existe um vazio de palavras.

Vira-se a pagina.

O céu  começa a clarear a virar para um cinzento , quase azul.
As nuvens a desunir-se.

Está  escrito à mão

Então olhei o céu e naquele azul
senti , toda  a armonia, a paz, o amor
Que eu procurava.
estava tudo ali .
Nas estrelas imaginadas , nas nuvens, e nas partes mais longinquas.
Havia, tanta serenidade, tanta amizade.
que tudo se tornava subitamente maravilhoso.
Em mim eram tantas as sensações  de felicidade.
Que deixei de amar os Homens e amei o Universo.
 
vira-se a pagina

O céu apresenta agora um cinzento claro
E surgem  três nuvens e entre as mesmas o Sol desponta.
 
Está escrito à mão.

Mas nunca , a esperança de ver um dia , Homens e mulheres , caminhando lado a lado de mãos dadas , num abraço fraternal me abandonou.
Mesmo sabendo que  acreditar que um dia virá, em que esse Mundo  nascerá , é diferente de acreditar que ele seja possível agora .
neste instante.
Quero tentar de novo.
Porque é esse mundo, esse instante maravilhoso .
que quero sentir.

Vira-se a pagina  e !...
 
Num céu cinzento caro, num dos lados da pagina  surge o arco íris que atravessa todo o canto esquerdo da pagina, de baixo para cima  abraça a única nuvem no céu.
No canto superior direito podemos ver um pequeno pedaço de nuvem.
Ao centro observamos o Sol que surge sobre  a nuvem que atravessa o céu.

Esta escrito à mão

É essa maravilhosa sensação de acordar , vindo das profundezas das trevas.
Que quero sentir.
Como deve ser maravilhoso, acordar um dia e ver que,  tinha razão, quando dizia que não era fantasia.
que ainda há flores, neste emaranhado de cores que me envolve, que posso beijar,abraçar.
Amar!...
sentir que o amor é toda a verdade.
Fruto de um sentimento alicerçado no significado pleno da palavra. Amor!...
Que se mantém e, floresce ao longo de um caminho sem mentiras .

Vira-se a pagina ,e !...

 Surge o  azul mais belo do universo e nele contido ,uma nuvem que nos acompanha .

A pagina fica em branco, Talvez um dia  possa escrever a conclusão.

Por agora deixo-a aberta para a reflexão  que, devemos em permanecia fazer sobre o universo que nos envolve e, nos acolhe.

 Na serena sucessão dos nossos passos !...


 








 





publicado por sociolocaminhar às 23:32
link do post | comentar | favorito
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Maio 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.posts recentes

. ...

. Que valores valores

. para todos os que ainda ...

. A ética e a Moral

. Para reflectir

. Bases principais do Pensa...

. Não permitam o "Afundamen...

. A construção a Humana , ...

. Para Reflectir

. Para obter um milhao e qu...

.arquivos

. Maio 2016

. Junho 2015

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Abril 2011

. Agosto 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Junho 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. caminhos

. Coisas do sempre e do nu...

. Percursos

. Não podia ser quem Sou

. Da Ribeira da minha terr...

. Prazer ou Nostalgia

. lazer

. Memorias ...

. O Poema e a Musica

. Apareço assim de mansinho

blogs SAPO
.subscrever feeds