Quinta-feira, 29 de Novembro de 2012
Para obter um milhao e quinhetas mil partihas
Mário Soares e outras 80 personalidades dizem que Passos Coelho deve «retirar consequências políticas» e demitir-se se não mudar de políticas.

Mário Soares e outros signatários de uma carta aberta ao primeiro-ministro exigem que Pedro Passos Coelho mude de políticas e que, caso não o faça, deverá demitir-se.

Nesta missiva, os signitários pedem a Passos Coelho que «altere, urgentemente, as opções políticas que vem seguindo, sob pena de, pelo interesse nacional, ser seu dever retirar as consequências políticas que se impõem, apresentando a demissão ao Senhor Presidente da República».

Na carta, enviada também ao Presidente da República, o chefe do Governo é também lembrado que o país foi «inventariado até à exaustão» na preparação do acordo com a troika ainda antes das últimas eleições legislativas.

Por esta razão, lembram estes signitários «enhum candidato à liderança do Governo podia invocar desconhecimento sobre a situação existente» para aplicar políticas que «excederam em muito» o programa eleitoral com que PSD e CDS se apresentaram a eleições.

«Os eleitores foram intencionalmente defraudados. Nenhuma circunstância conjuntural pode justificar o embuste», acrescenta a missiva, que fala também no desmantalemanto das funções básicas do Estado e na alienação imponderada de empresas estratégicas.

A carta alude ainda ao corte impiedoso nas pensões e reformas, nas reduções de salários, ao incentivo à emigração, ao crescimento incomportável do desemprego e a capitulação do país perante a lógica neo-liberal dos mercados.

Os signatários acusam ainda o Governo de usar de «fanatismo cego», de recusar as evidências e de fazer caminhar o país para o abismo e classificam o Orçamento de Estado de «iníquo, injusto e socialmente condenável, com normas de duvidosa constitucionalidade».

Para além de Mário Soares, esta carta é ainda assinada por outras cerca de 80 personalidades entre as quais estão o filósofo Eduardo Lourenço, o arquiteto Siza Vieira, o teólogo Frei Bento Domingues e os generais Pires Veloso e Lemos Ferreira, bem como Carvalho da Silva, antigo líder da CGTP.

Entre outras personalidades que assinam esta missiva encontram-se Eduardo Ferro Rodrigues, Fernando Rosas, Daniel Oliveira, Júlio Pomar, Lídia, Jorge, Valter Hugo Mãe, Pilar del Rio e Maria de Medeiros.
publicado por sociolocaminhar às 18:56
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Maio 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.posts recentes

. ...

. Que valores valores

. para todos os que ainda ...

. A ética e a Moral

. Para reflectir

. Bases principais do Pensa...

. Não permitam o "Afundamen...

. A construção a Humana , ...

. Para Reflectir

. Para obter um milhao e qu...

.arquivos

. Maio 2016

. Junho 2015

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Abril 2011

. Agosto 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Junho 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. caminhos

. Coisas do sempre e do nu...

. Percursos

. Não podia ser quem Sou

. Da Ribeira da minha terr...

. Prazer ou Nostalgia

. lazer

. Memorias ...

. O Poema e a Musica

. Apareço assim de mansinho

.contador
HTML Counter
Hit Counters
blogs SAPO
.subscrever feeds