Segunda-feira, 24 de Dezembro de 2007
Para reflectir

Os factores que nos conduzem à escolha dos alimentos podem ser subdivididos em três grandes grupos como sejam a envolvente, o alimento e o consumidor.

 Podemos pois considerar que para além das políticas de marketing que nos levam a comprar mais um produto do que outro em função de variáveis que são alheias à vontade do consumidor. Existem variáveis que são determinantes na escolha daquilo que comemos, como sejam o habito adquirido, o Sabor do alimento e as variáveis que resultam da socialização e que nos conduzem a fazer determinadas escolhas por as consideramos melhores do que outras.

 Assim um dos motivos porque comemos mais gorduras e menos vegetais é não só, por os alimentos contendo gordura serem mais saborosos, mas também porque acreditamos que são estes alimentos mais calóricos que nos dão energia para o desempenho das tarefas do dia a dia, este é também um dos motivos que nos leva a comer em demasia. Devemos também ter em conta que o acto de comer é um acto social e que a mesa funciona como um local onde nos encontramos com o nosso grupo social. Sendo de importância fundamental o aspecto a aparência e o sabor dos alimentos que a compõem.  

 Outras razoes como o preço dos alimentos a idade e o sexo do consumidor ou as doenças influenciam o consumo que fazemos e funcionam como catalisadores para a mudança para uma dieta mais saudável.

  Um outro factor que nas sociedades actuais determina o nosso consumo alimentar é o factor tempo ou disponibilidade para cozinhar, este é de facto o factor que nas sociedades actuais mais determina o consumo de comidas pré – congeladas ou pré – cozinhadas e ainda o recursos ás fast- food  e restaurantes. Por evitarem a perda de tempo que uma refeição leva a cozinhar bem como todos os actos de gestão das compras, quer físicos quer de tempo e de cognição (planear as compras de modo a preparar as diversas refeições de uma semana).

 Para além desses motivos podemos acrescentar que muitos produtos pré-congelados

Apresentam consistência e sabor mais agradável do que outros naturais.

 A sociedade é no entanto diversa e encontramos hoje no que diz respeito à alimentação

 Perspectivas diferenciadas que vão desde os que resistem à mudança de hábitos alimentares, porque estão convencidos que o que comem é o adequado, passando pela

Procura de novos sabores em restaurantes alternativos e os vegetarianos que podemos considerar que são indivíduos que fazem da alimentação saudável um novo tipo de religião.

 Resistimos à informação médica de que podemos viver mais tempo e mais saudáveis se alterarmos os nossos hábitos alimentares e fizermos uma alimentação variada.

 Preferimos os alimentos contendo gorduras, mais saborosos e menos saciantes em detrimento dos vegetais e da fruta que são menos saborosos e mais saciantes.

 Quanto ao consumo alimentar dos portugueses no que respeita aos produtos( pré-congelados, leite UHT, carne sem osso pré- embalada  e fruta da época) , podemos considerar que existe uma variável comum aos pré-congelados e ao leite UHT , o factor tempo . Nas sociedades actuais em que homens e mulheres trabalham fora de casa

 o tempo e a disponibilidade psicológica   para pensar o que comprar e ou o que cozinhar (planeamento da alimentação) são cada vez mais reduzidos  , conduzindo  à preferência por refeições pré-cozinhadas ou por alimentos congelados, quanto ao leite UHT associada à variável tempo, uma vez que se trata de um produto que podemos guardar por bastante tempo sem se deteriorar, temos de considerar também as variáveis risco alimentar percebido relativo ao leite do dia , o sabor  mais agradável que este tipo de leite apresenta e ainda o factor marketing que o propõe como alimento saudável    propondo  vários tipos de leite mais ou menos gordos com e sem colesterol, induzindo  numa parte das pessoas que se preocupa com a saúde o uso preferencial deste leite.

Quanto ao consumo de carne embalada e sem osso e fruta da época, devemos considerar a existência de dois factores determinantes para a sua compra em menor quantidade um dos factores é o preço que é elevado para qualquer um dos produtos, o que introduz dificuldade no seu consumo por uma parte substancial da sociedade que encontra nos cereais e nos açúcares escolhas mais baratas pelas quais faz a opção.

Por outro lado em relação à fruta temos de considerar que o consumo deste tipo de alimentos se encontra em decréscimo associado aos modos preferenciais de alimentação de conveniência onde os doces são escolhas preferenciais pelo sabor e pelas suas qualidades palataveis  .

 Devemos ainda considerar que as sociedades modernas são formadas por diferentes grupos sociais que divergem nas culturas, o que induz a escolhas diferenciadas e à preferência por alimentos diversificados, encontramos hoje grupos de indivíduos que fazem da alimentação uma nova religião e que fazem a sua afirmação através do vegetarianísmo, aumentando assim o consumo de fruta da época, considerada mais saudável. Também é diferente ser homem ou mulher quanto as escolhas que fazemos por alimentos mais ou menos calóricos assim podemos considerar que as mulheres preferem o consumo de fruta fresca, fazendo os homens a opção por alimentos mais calóricos e menos saudáveis, mas mais saborosos e por esse motivo a sua preferência é mais direccionada para o consumo de carne.

Podemos então afirmar que o consumo de carne sem osso pré- embalada  é uma escolha  determinada pelo habito do seu consumo, sendo preferencialmente escolhida pelo sexo masculino  funcionando aqui também  a constituição familiar  em especial a  existência ou não de filhos em idade escolar,  idade onde a preferência por alimentos contendo lípidos  mais saborosos  é também factor que determina as nossas escolhas alimentares .      

 

 

publicado por sociolocaminhar às 01:56
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Maio 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.posts recentes

. ...

. Que valores valores

. para todos os que ainda ...

. A ética e a Moral

. Para reflectir

. Bases principais do Pensa...

. Não permitam o "Afundamen...

. A construção a Humana , ...

. Para Reflectir

. Para obter um milhao e qu...

.arquivos

. Maio 2016

. Junho 2015

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Abril 2011

. Agosto 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Junho 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. caminhos

. Coisas do sempre e do nu...

. Percursos

. Não podia ser quem Sou

. Da Ribeira da minha terr...

. Prazer ou Nostalgia

. lazer

. Memorias ...

. O Poema e a Musica

. Apareço assim de mansinho

.contador
HTML Counter
Hit Counters
blogs SAPO
.subscrever feeds