Sexta-feira, 29 de Junho de 2007
Flexisegurança
[3] despedimento sem justa causa
Ilidio diniz, 2007-03-23 01:59:19
Com palavras belas se enganam os tolos , é o caso da palavra flexisegurança .
Na realidade o que pretendem é , regressar aos velhos tempos que tenho ainda presente na memoria e que o tempo dificilmente poderá apagar. Corriam os tempos de 1973 talvez principios de 1974 ainda antes da instauração do novo regime.
O meu primeiro emprego como ajudante de Farmácia,nesses tempos pude assistir ao que se vêm agora chamar flexisegurança
e que era nada mais nada menos que o livre arbítrio do patrão sobre o empregado.
Nesse tempo pude assistir ao que é a verdadeira consequência de deixar nas mãos do empregador a vida do empregado.
de facto era assim que se vivia nesse tempo . Pude assistir por diversas vezes, ao livre arbítrio do patrão sobre o empregado, em que este era verdadeiramente livre de despedir, só pelo prazer de despedir, como ocorreu por diversas vezes ou ainda pior quando se dava ao luxo de despedir, pelo simples motivo de se ter atingido uma idade idade que impede a pessoa de produzir ao mesmo ritmo dos vinte anos .
Porque assisti a estes factos ,não posso aceitar que se queira de novo regressar a esses tempos, verdadeiramente sombrios da humanidade, embora saiba que nestes novos tempos outras precaridades existam, não me parece que seja através da facilidade do despedir que se resolvam os problemas da precaridade do emprego .
Não! Por aí não, esse caminho é demasiado perigoso, em especial numa sociedade como a portuguesa que cada vez mais se desliga do apoio aos mais fragilizados que se torna mais liberal e mais desumana.
Não estamos a falar de uma sociedade social democrata onde existem verdadeiras solidariedades sociais, como princípios fundadores da sociedade, mas da sociedade portuguesa que se funda no primado do individualismo, sobre o social ,por mais que a retórica do socialismo democrático surja sempre que as eleições estão à porta.
publicado por sociolocaminhar às 02:36
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Maio 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.posts recentes

. ...

. Que valores valores

. para todos os que ainda ...

. A ética e a Moral

. Para reflectir

. Bases principais do Pensa...

. Não permitam o "Afundamen...

. A construção a Humana , ...

. Para Reflectir

. Para obter um milhao e qu...

.arquivos

. Maio 2016

. Junho 2015

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Abril 2011

. Agosto 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Junho 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. caminhos

. Coisas do sempre e do nu...

. Percursos

. Não podia ser quem Sou

. Da Ribeira da minha terr...

. Prazer ou Nostalgia

. lazer

. Memorias ...

. O Poema e a Musica

. Apareço assim de mansinho

.contador
HTML Counter
Hit Counters
blogs SAPO
.subscrever feeds